sábado, 5 de julho de 2008

CURIOSIDADE

ORQUESTRA ROMÂNTICOS DE CUBA
Recentemente fiquei sabendo que a Orquestra Românticos de Cuba, famosa nos anos 60, era uma orquestra-fantasma -- na verdade apenas um outro nome da Orquestra Tabajara do maestro Severino Araújo. Só usavam o nome Românticos de Cuba em gravações, que, diga-se de passagem, vendiam muito bem.
A propósito, encontrei essa explicação no site Yahoo perguntas:
'Lá por meados dos anos 60 surgiu uma orquestra que fez tanto sucesso que acabou se constituindo em uma febre nacional.
Meio mundo comprou seus discos, e como vivíamos uma consciência (que em muitos casos paira até hoje) de o que é bom tem que vir de fora, todo mundo achava que essa orquestra era cubana ou algo como uma orquestra formada nos Estados Unidos por músicos cubanos dissidentes...
Quase ninguém sabia, mas essa orquestra era brasileiríssima! Tiveram que usar esse 'artifício' de um nome sugestivo internacionalizado, afinal, quem naquela época compraria discos de uma orquestra brasileira?
Uma série maravilhosa de discos foi lançada e muito vendida até o início da década de 70, mas tamanha foi a pressão da censura atuante do governo que esta orquestra simplesmente deixou de existir. Segundo o governo seu nome fazia apologia ao comunismo. Infelizmente a Orquestra Românticos de Cuba foi extinta, porém jamais será esquecida!'

Um comentário:

Screen disse...

Jair, já plagiaram seu texto em uma comunidade no Orkut "Orquestra Românticos de Cuba"